PROS pretende lançar até 20 candidatos a prefeito no Ceará. Em Fortaleza, partido aguarda apoio do Republicanos - Blog Edison Silva

PROS pretende lançar até 20 candidatos a prefeito no Ceará. Em Fortaleza, partido aguarda apoio do Republicanos

Presidente do PROS, Capitão Wagner busca viabilizar candidatura a prefeito de Fortaleza. Foto: Câmara dos Deputados.

O Partido Republicano da Ordem Social, o PROS, pretende lançar entre 15 a 20 candidaturas a prefeito em todo o Ceará. No entanto, a legenda deve priorizar os municípios da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e do Cariri. De acordo com o presidente da legenda, o deputado federal Capitão Wagner, no próximo dia 1º de fevereiro, o Republicanos (antigo PRB) deve oficializar apoio à sua pré-candidatura a prefeito da Capital cearense.

Apesar de Wagner confirmar que o diálogo com lideranças do Republicanos está praticamente fechado, o vice-presidente do partido no Ceará, o ex-vereador Gelson Ferraz, informou que não tinha conhecimento sobre os diálogos. Ronaldo Martins, presidente estadual da legenda está viajando. No entanto, o dirigente do PROS está dialogando com a cúpula nacional do Republicanos, em Brasília.

Em entrevista ao Blog do Edison Silva, Capitão Wagner reconheceu alguns avanços nos últimos sete anos de gestão do prefeito Roberto Cláudio, porém, destacou que há uma sensação de “decepção” por parte de alguns fortalezenses, principalmente, na periferia da cidade. Além dos apoios do Avante, Podemos e PSC, o pretenso candidato afirmou que há diálogo com mais quatro legendas para formar um arco de aliança com chances de disputa durante o período eleitoral.

BES – Deputado, você já tem andado pelos bairros de Fortaleza? O que você tem encontrado por onde andou?
CW: Tenho andado bastante. Da periferia até a área nobre. Existe um sentimento de muitas obras, mas o questionamento quanto à qualidade e a prioridade é muito grande. 

BES – Já existe um esboço de um plano de governo? Quais devem ser os principais focos de uma eventual gestão de Capitão Wagner?
CW: Estamos conversando, discutindo, ouvindo e muitas ideias boas têm surgido. Mas falta muito para concluir o plano. Facilitar a vida dos geradores de empregos, uma gestão diferenciada na saúde para aumentar número de médicos e medicamentos. Trabalhar educação integral de verdade com profissionais qualificados e bem remunerados, garantir a segurança nos equipamentos públicos, enxugamento da máquina, serão bandeiras prioritárias.

BES – Como está a formação de seu arco de aliança? Além de PSC, PROS, Avante e Podemos, que outros partidos já confirmaram apoio à sua candidatura?
CW: O arco de alianças está crescendo de maneira sustentável e responsável. O Republicanos chega oficialmente dia primeiro de fevereiro. Estamos conversando com mais quatro partidos.

Capitão Wagner (ao centro, de branco) com dirigentes nacionais e estaduais do Podemos. Foto: Miguel Martins.

BES – Há possibilidade de diálogo com Novo, Aliança pelo Brasil e PSL? Como está o diálogo com as lideranças desses partidos?
CW: O diálogo é muito bom com todos, mas o Novo não coliga. O Aliança ainda não está registrado, mas independente disso, dialogo com os 3 grupos.

BES – Deputado, o nome do candidato a vice já está sendo sondado? Quem seria esse nome?
CW: Sim, mas a definição só ocorrerá após o fechamento (da aliança) dos partidos.

BES – Sobre o PROS, quem são os nomes que devem disputar as 43 vagas à Câmara Municipal de Fortaleza?
CW: Todos terão chances.

BES – Em todo o Estado, quantos candidatos a prefeito o PROS deve apresentar? Quem são os nomes? O PROS terá quantos candidatos a vereador no Ceará?

CW: Deveremos ter 15 a 20 candidatos a prefeito, priorizando a Região Metropolitana de Fortaleza e o Cariri. Em Caucaia teremos o Vitor Valim, Capitão Wagner em Fortaleza, Habraão Ramos em Maranguape, Celma em Pacatuba, Marcel no Eusébio, Dr. Aloísio Brasil no Crato e Francisco Fabiano em Juazeiro do Norte.

Também teremos candidatura em outros municípios, como em Milagres com Cleidson, Salitre com Sargento Paulo César, Pindoretama com Nino Dieb, Paraipaba com o Clodoaldo, Ipaumiriam com Maria Rimalc, Orós com Major Barbosa e Ocara com Jeferson Carvalho.

Um comentário sobre “PROS pretende lançar até 20 candidatos a prefeito no Ceará. Em Fortaleza, partido aguarda apoio do Republicanos

Deixe uma resposta