Comissão de Saúde vai convidar Dr. Cabeto para prestar esclarecimentos sobre mudanças na área - Blog Edison Silva

Comissão de Saúde vai convidar Dr. Cabeto para prestar esclarecimentos sobre mudanças na área

Secretário de Saúde do Estado, Dr. Cabeto, vem realizando uma série de mudanças na área. Foto: Governo do Estado.

Deputados da Comissão de Seguridade e Saúde da Assembleia Legislativa devem se reunir, na manhã desta sexta-feira (08), em reunião extraordinária, para votarem requerimento solicitando a presença do secretário de Saúde, Dr. Cabeto, para que ele preste esclarecimentos sobre ações realizadas na administração da pasta. A distribuição de emendas parlamentares para a área no Orçamento 2020, assim como questões relacionadas aos consórcios regionais, também estão na pauta de debates no colegiado.

A reunião para ouvir o secretário deve ser marcada para a próxima terça-feira (12), no período da tarde. Os parlamentares queriam conversar com o secretário nesta semana, mas devido a choques de agenda, Dr. Cabeto cancelou visita à Assembleia Legislativa. No entanto, ele se encontrou com o presidente do Poder Legislativo, José Sarto (PDT), na quinta-feira (07).

Escolhido secretário estadual de Saúde neste segundo mandato do governador Camilo Santana, o gestor está buscando implantar uma série de mudanças na gestão da Saúde cearense. Dentre os temas que devem ser abordados na reunião da terça-feira estão a forma como serão executadas as diretrizes que o secretário pretende definir com relação à melhor aplicação na área, além de aumento para destino das emendas de saúde.

O fechamento de leitos em alguns equipamentos públicos de saúde, como no caso do Hospital Batista, também está na pauta de discussão do dia. Os parlamentares querem, ainda, cobrar que suas emendas específicas para a saúde sejam executadas com maior celeridade.

A questão dos consórcios regionais de saúde também deve entrar na discussão. Isso porque o secretário não abre mão no que diz respeito a escolha de alguns quadros por seleção pública e não através de indicação política. É o caso, por exemplo, dos cargos de procuradores, diretores executivos, financeiros e administrativos.

Outra sugestão que será colocada na reunião será a realização de seleção pública, através da Escola de Saúde Pública, e não por seleção utilizando empresas locais, como acontece atualmente.

Envolvido

O deputado Carlos Felipe (PCdoB), apesar de ter anunciado saída da comissão, tem auxiliado a presidente do colegiado, Dra. Silvana (PL), na condução dos trabalhos do grupo. Ele, por exemplo, vem participando das reuniões propostas, bem como está envolvido no convite que deve ser feito ao secretário de Saúde.

Deixe uma resposta