Bolsonaro chama Lula de “canalha”. Ex-presidente, em discurso, volta a atacar - Blog Edison Silva

Bolsonaro chama Lula de “canalha”. Ex-presidente, em discurso, volta a atacar

Bolsonaro disse que Lula está “momentaneamente’ livre. Foto: Reprodução.

O ex-presidente Lula fez um longo pronunciamento no meio da tarde deste sábado (09), em frente ao Sindicado dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP), onde voltou a criticar todos os quais ele responsabiliza pela sua prisão, encerrada na última sexta-feira (08), incluindo o presidente Jair Bolsonaro.

Por seu turno, após ter cancelado entrevista coletiva, em Goiás, momentos depois da libertação do ex-presidente Lula, o presidente Jair Bolsonaro resolveu utilizar as redes sociais para se posicionar contra a soltura do petista. Bolsonaro chamou Lula de “canalha” e disse que ele está “carregado de culpa”, apesar da liberdade.

“Amantes da liberdade e do bem, somos a maioria. Não podemos cometer erros. Sem um norte e um comando, mesmo a melhor tropa, se torna num bando que atira para todos os lados, inclusive, nos amigos. Não dê munição ao canalha que, momentaneamente está livre, mas carregado de culpa”, disse o presidente Bolsonaro em seu Twitter.

Em seguida, Bolsonaro afirmou que iniciou há poucos meses “a nova fase de recuperação do Brasil”, destacando que este é um processo lento. O presidente concluiu o comunicado com um vídeo no qual enaltece o trabalho realizado pelo então juiz Sergio Moro (hoje ministro da Justiça e Segurança Pública), à frente dos trabalhos da Lava Jato.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi solto na tarde de sexta-feira (08), após determinação da Justiça, que acatou decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Por seis votos a cinco, o pleno da Corte decidiu que a prisão de acusados de determinados crimes só poderá ser feita após o trânsito em julgado, como determina a Constituição brasileira de 1988.

“20 anos de tesão”

O ex-presidente Lula, também em suas redes sociais, divulgou um vídeo para os jovens que o seguem nas redes sociais. Apesar da idade de 74 anos, o líder político afirmou que tem 30 anos de energia e “20 anos de tesão”. “Só pra vocês ficarem com inveja desse jovem eu está falando com vocês. Quero agradecer do fundo do coração toda solidariedade. Estou livre para ajudar a libertar o Brasil dessa loucura que está acontecendo neste País”.

Lula voltou a utilizar o termo “cuidar” e citou áreas essenciais, como educação, geração de emprego, salário e cultura. “A juventude não vive sem prazer e motivação de vida. E é isso que temos a oferecer para vocês”, concluiu.

Deixe uma resposta