Ceará tem 86,44% do processo biométrico concluído em toda sua extensão - Blog Edison Silva

Ceará tem 86,44% do processo biométrico concluído em toda sua extensão

Segundo o TRE, o Ceará pretende fazer as eleições de 2020 com 100% do eleitorado registrado biometricamente. Foto: TSE.

O cadastramento biométrico é uma maneira de garantir uma maior segurança ao eleitor na hora de votar. Usando a sua digital como meio de identificação principal, este recurso virou missão para os estados brasileiros. Até nesta sexta-feira 20/09, data em que esta matéria foi redigida, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o Ceará tem 6.411.420 eleitores aptos a votar, sendo 5.541.868 destes com o cadastro biométrico feito (86,44% do processo concluso).

Para o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, a missão é cobrir 100% do Estado com a biometria, possibilitando, para as eleições municipais de 2020, um uso mais amplo desta tecnologia. O TRE/CE trabalha com a situação de obrigatoriedade do cadastramento biométrico para as eleições próximas.

O trabalho de atualização biométrica, em Fortaleza, irá até o dia 29 de novembro. Ampliando mais os dados respectivos à esta ferramenta, os estados de Alagoas, Amapá, Goiás, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima, Sergipe, Tocantins e o Distrito Federal, completando 10 entes da Federação com 100% de abrangência.

Para realizar esta “modernização”, é necessário um documento de identificação oficial com foto; comprovante de endereço atualizado; título de eleitor – caso tenha – e o Cadastro de Pessoa Física (CPF), caso, também, o eleitor tenha. Os eleitores cearenses que perderem o prazo terão o título cancelado, serão impedidos de tirar passaporte, além de não poderem fazer matrícula em instituições de ensino superior, contrair empréstimos em bancos públicos, etc.

Municípios

Dos 184 municípios cearenses, apenas o município de Ocara, cerca de 101 km de Fortaleza, conseguiu alcançar 100% do seu eleitorado com o registro biométrico. Entretanto, o sucesso da biometria no Ceará se dá quando 130 dos 184 municípios já cobriram mais de 90% de seu eleitorado com a tecnologia. A capital, Fortaleza, cobriu 61,80%, representando 1.101.935 eleitores do total de 1.783.191 aptos ao voto.

Em Fortaleza, são 16 os locais que podem realizar este cadastro biométrico: Central de Atendimento de Fortaleza (CEATE), Unidade Móvel de Atendimento ao Eleitor, Posto de Atendimento do CITS do Conjunto Prefeito José Walter, Posto de Atendimento do Parque das Crianças, Central de Atendimento Vapt Vupt de Antônio Bezerra, Central de Atendimento Vapt Vupt de Messejana, Posto de Atendimento do CCDH do Conjunto Ceará, Posto de Atendimento da UECE, Posto de atendimento da Assembleia Legislativa do Estado, Posto de Atendimento do Shopping Parangaba, Posto de Atendimento do Shopping RioMar Kennedy, Posto de Atendimento do Shopping Benfica, Posto de Atendimento do North Shopping Jóquei, Posto de Atendimento do Shopping RioMar Fortaleza, Posto de Atendimento do Shopping Iguatemi, Posto de Atendimento do Shopping Via Sul e Posto de Atendimento do North Shopping Fortaleza.

O TRE/CE também disponibiliza o agendamento do cadastro através do telefone 148 ou na página do tribunal.

Acima alguns municípios e até quando vai o cadastro biométrico. Foto: TRE/CE

Público-alvo da biometria

Quando se diz respeito à biometria extraordinária, esta implica na revisão do eleitorado, todos os eleitores do município no qual ocorre o recadastramento são obrigados a comparecer, inclusive aqueles que têm o voto facultativo, que são os analfabetos, maiores de 16 e menores de 18 anos e os maiores de 70 anos. Na biometria ordinária, como não há convocação do eleitorado, torna-se obrigatória apenas para os interessados, inclusive os que têm voto facultativo, que comparecem ao cartório ou unidade de atendimento para realizar alterações pontuais, como segunda via do título de eleitor, modificar dados, dentre outros. E caso não realize? Na biometria extraordinária, quem não se recadastrar até o fim do prazo anunciado pela Zona Eleitoral (ZE) terá o título eleitoral cancelado e não poderá votar nas eleições próximas. Já na biometria ordinária, não haverá cancelamento do título dos eleitores que não comparecerem ao cartório ou unidade de atendimento.

Saiba mais

A biometria é um recurso que vem sendo utilizado pela Justiça Eleitoral desde 2008, para dar segurança à identificação do eleitor no momento da votação. No Ceará, o cadastramento biométrico iniciou-se em 2009 no município de Eusébio, quando passaram pelo procedimento 21.746 eleitores, representando cerca 0,47% do eleitorado Estado. Para realizar esta atualização, é necessária a coleta de digitais, assinatura e foto do eleitor.

Deixe uma resposta