Com Assembleia esvaziada, Dia do Orgulho LGBTI ganha destaque no plenário - Blog Edison Silva

Com Assembleia esvaziada, Dia do Orgulho LGBTI ganha destaque no plenário

Elmano e Dra. Silvana abriram a sessão para um plenário vazio. Foto: Blog do Edison Silva

Em uma sexta-feira de plenário bem esvaziado, o Dia do Orgulho LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e pessoas intersex) foi tema de três dos sete deputados que usaram a tribuna da Assembleia Legislativa do Ceará.

O deputado Elmano (PT) relembrou os 50 anos do episódio em um bar gay chamado Stonewall Inn, na cidade de Nova Iorque/EUA. Nesta data, em 1969, houve um conflito entre os fraquentadores do local contra a polícia, que costumava utilizar da violência para coibir a presença naquele local. O ocorrido marcou o início da luta moderna pelos direitos LGBT nos Estados Unidos e acabou culminando no Dia do Orgulho LGBTI. Elmano defendeu os direitos da população LGBTI na sociedade em seus 15 minutos regimentais como orador do primeiro expediente.

Primeiro em aparte ao colega petista, depois em seu próprio pronunciamento, Acrísio Sena (PT) ressaltou que a 20ª edição da Parada da Diversidade Sexual acontece neste domingo, em Fortaleza. “Essa parada é um marco, ocorrendo logo após o Dia do Orgulho LGBTI e sendo a primeira a ocorrer após decisão pela criminalização da homofobia por parte do STF”, acrescentou.

A deputada Augusta Brito (PCdoB) também utilizou-se de seus minutos no palanque para ressaltar a importância da data. Lembrou ainda que a Casa da Mulher Brasileira no estado, já tendo realizado mais de 16 mil atendimentos nesse período.

Poucas presenças e presentes

20 parlamentares chegaram a registrar presença durante a manhã desta sexta-feira, mas em momento algum mais do que 5 deles estiveram presentes simultaneamente no Plenário 13 de Maio. Muitas vezes apenas 2 estavam no local, revezando-se entre a presidência da mesa diretoria e o palanque para fazer algum pronunciamento.

Deixe uma resposta