Moroni anuncia criar mais 15 células de proteção comunitária em Fortaleza - Blog Edison Silva

Moroni anuncia criar mais 15 células de proteção comunitária em Fortaleza

Moroni apresenta mensagem do executivo municipal. Foto: Câmara Municipal de Fortaleza.

O vice-prefeito de Fortaleza, Moroni Torgan (DEM), compareceu à Câmara Municipal de Fortaleza para participar da abertura dos trabalhos legislativos da Casa, nesta sexta-feira (01), e aproveitou a ocasião para anunciar, no Plenário, a criação de mais quinze células de proteção comunitárias na Capital. “Nas células de proteção comunitária, [registramos] uma baixa de 70% a 90% dos índices de homicídio, que é um grande alento para Fortaleza. São cinco dessas células, esperamos até o fim do ano termos vinte dessas células”, disse o democrata ao ler a mensagem do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT) ao Parlamento Municipal, presidido pelo vereador Antônio Henrique

Na mensagem lida por Moroni, Roberto Cláudio prestou contas de sua gestão em 2018 e ressaltou a busca por capacitação de maior volume de investimento, atração de empreendedores e desenvolvimento de novos negócios e aprimoramento da gestão pública para por em prática os objetivos do plano Fortaleza 2040. Além disso, o texto ainda destacou o equilíbrio financeiro alcançado na Capital e a aprovação de financiamentos obtidos a organismos internacionais. O prefeito ainda destacou, na mensagem, a importância da parceria entre Prefeitura e Câmara para o desenvolvimento da cidade.

Apesar da abertura dos trabalhos na Câmara, a primeira sessão ordinária na Casa está marcada para acontecer apenas no próximo dia cinco, terça-feira, quando o prefeito Roberto Cláudio deverá comparecer ao Plenário para discursar a todo o corpo de vereadores.

Células de Proteção Comunitária

Moroni ressaltou o “grande trabalho que a Guarda Municipal tem feito” nas células de Proteção Comunitária, equipamento vinculada ao Programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU), que funciona 24 horas por dia e tem efetivo de 40 guardas municipais e 20 policiais militares, que fazem o patrulhamento a pé, de bicicleta e em motos. Hoje, as cinco células de proteção estão nos bairros do Jangurussu, Barra do Ceará, Vila Velha, Goiabeiras e Caça e Pesca.

Deixe uma resposta