Câmara autoriza Prefeitura de Fortaleza a abrir empréstimo de R$ 20 milhões - Blog Edison Silva

Câmara autoriza Prefeitura de Fortaleza a abrir empréstimo de R$ 20 milhões

Projeto visa financiar ações do Programa Cresça com Seu Filho. Foto: Câmara Municipal de Fortaleza.

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, nesta terça-feira (26), por 22 votos favoráveis, dois contrários e uma abstenção, o projeto de lei ordinária 27/2019, de autoria do Poder Executivo, que autoriza a Prefeitura de Fortaleza a abrir crédito adicional especial de até R$ 20 milhões para projetos da primeira infância, segundo a base governista. Entre os projetos que serão beneficiados com a medida, está o Programa Cresça com Seu Filho“, implantado em 2013 pela primeira-dama Carol Bezerra e que disponibiliza apoio às famílias em situação de vulnerabilidade social nas Regionais I, IV e V, promovendo o desenvolvimento integral de suas crianças no período da gestação e da primeira infância (0 a 3 anos).

A matéria foi posta em votação na última quinta-feira (21), mas não houve votos suficientes para ser aprovada. Hoje, o cenário quase se repetiu. O vice-presidente da Casa, vereador Adail Júnior (PDT), pediu mais de uma vez, inclusive nominalmente, para que os parlamentares presentes na Câmara se dirigissem ao Plenário par registrar o voto, a fim de alcançar os 22 votos favoráveis necessários para aprovar a matéria. Ainda assim, o número só foi alcançado com a chegada do presidente da Câmara, Antônio Henrique (PDT), que assumiu o comando da sessão permitindo que Adail pudesse votar, definindo o placar.

Frente Parlamentar de Luta contra a AIDS

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, também nesta terça-feira (26), o requerimento 634/19, de autoria do vereador Dr. Porto (PP), que solicita a reedição da Frente Parlamentar de Luta Contra a AIDS, com o objetivo de “unir forças para o enfrenamento da AIDS, seja no que diz respeito à prevenção, ao combate e à melhoria da qualidade de vida dos pacientes”, como traz o texto, que ainda aponta 14 mil pessoas registradas em Fortaleza como soro positivas.

Eron defende que a Câmara participe de ações com os movimentos sociais e realize parcerias com o Poder Público para garantir políticas públicas de prevenção e de melhoria da qualidade de vida das pessoas soro positivas, além de ações contra a discriminação. Com a reedição Eron deve assumir a presidência do colegiado, antes sob o comando do então vereador Acrísio Sena (PT), hoje deputado estadual.

Deixe uma resposta