A riqueza histórica e as belezas do Lago de Como - Blog Edison Silva

A riqueza histórica e as belezas do Lago de Como

Por: A.Capibaribe Neto – Lago de Como, a uma hora de Milão.

Como é uma comuna italiana da região da Lombardia, capital da província de Como. A cidade é um importante centro industrial ao lado de Milão, conhecida principalmente pela sua antiga manufatura de seda. A cidade de Como é habitada desde a época proto-histórica, mas foi oficialmente fundada e colonizada pelos romanos, devido a importância do lago de Como para a navegação e para a defesa dos territórios da região do Pó.

O lago ficou, internacionalmente, famoso entre os séculos XVIII e XIX com o desenvolvimento do turismo de elite, tornando-se parada obrigatória de turistas e escritores de passagem pela Itália, como os franceses Flaubert e Sthendal.

É possível ir de Milão a Como de carro ou de trem. De carro, basta pegar a estrada A9 Milano-Como-Chiasso que, depois de meia hora, 50 quilômetros e € 4 muito bem gastos com pedágio, você estará em Como, aí é só colocar o carro no estacionamento ou nas áreas onde é permitido estacionar (há uma linha azul pintada no chão, se a linha for amarela não estacione, essas vagas são destinadas aos moradores de Como) e comprar o bilhete da zona azul na máquina (€ 2 a hora). O trem para Como sai da estação Cadorna e da estação central, a passagem custa aproximadamente € 10 (ida e volta), o trajeto dura em torno de uma hora e você desembarcará em frente ao lago (estação Como Nord Lago).

Os principais pontos turísticos da cidade de Como são o Duomo, a basílica de Sant’Abbondio, que levou quase quatro séculos para ser construída (1396-1770) e destaca-se pelo tamanho e pela arquitetura. Pouco se escuta de turistas brasileiros que tiveram a curiosidade de se afastar de Milão para conhecer atrações que existem nos arredores nem tão distantes assim. Como é uma agradável surpresa é um colírio para os olhos.

Texto e Fotos: A.Capibaribe Neto.

Deixe uma resposta