Ceará Sem Drogas leva mensagem de combate ao vício para 63 mil estudantes - Blog Edison Silva

Ceará Sem Drogas leva mensagem de combate ao vício para 63 mil estudantes

Naquele dia em que 1200 pessoas ouviram o relato do ex-jogador e comentarista de futebol, Walter Casagrande, no qual expunha sua luta contra às drogas. Inaugurava-se uma das mais marcantes e importantes campanhas de engajamento de jovens estudantes para evitar o primeiro contato e o caminho destruidor da dependência química.

Antes daquele dia, uma série de discussões através do Conselho de Altos Estudos da Assembleia Legislativa do Ceará resultou na publicação do livro Pacto pela Vida, que previu um enorme aumento do consumo de drogas entre os jovens.

Com essa informação, o Presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque (PDT) decidiu que o Legislativo Estadual precisava fazer algo para ajudar na prevenção ao consumo de drogas, e assim nascera a campanha Ceará Sem Drogas.

Fortaleza voltaria a receber outra edição daquele encontro e o lugar programado fora o Cuca da Barra do Ceará, já em maio de 2014, mas seria o Interior cearense o grande palco e, seu público, um dos maiores responsáveis pelo sucesso nesses quase cinco anos de atuação.

No dia 21 de fevereiro de 2014 a cidade do Crato, na Região do Cariri mais de 2000 estudantes lotaram a quadra de esportes da Escola Técnica Violeta Arraes e, silentes, ouviram atentos a história de superação de Casagrande.

Um mês depois, o terceiro encontro aconteceria em Limoeiro do Norte, com a presença de 2.000. Ainda em 2014, 1500 estudantes de Sobral estiveram no último encontro daquele ano.

Em 2015, a cidade de Viçosa do Ceará marcou o Ceará Sem Drogas pelo número de estudantes. Foram cinco mil jovens a ouvir como as drogas pode arruinar a vida de um ser humano.

Após mais 19 cidades visitadas, 63 mil estudantes foram diretamente beneficiados com o projeto.  O último município visitado foi Acopiara, que recebeu a 27ª edição da campanha no dia 30 de novembro, no ginásio do Liceu Deputado Francisco Alves Sobrinho, mobilizando 1.500 pessoas.  As cidades são escolhidas a partir de ofício encaminhado à coordenação da campanha, que já recebeu 18 solicitações.

A advogada Aline Bezerra Câncio (foi Secretária de Políticas sobre Drogas do Governo do Estado) responde pela coordenação do programa desde março de 2018. Ela revela que o programa acaba tendo a participação de vários setores da Assembleia Legislativa, como o Instituto de Estudos e Pesquisas sobre o Desenvolvimento do Estado do Ceará (INESP) e a Comunicação Social, cada um deles mobiliza seu pessoal quando da realização dos eventos chegando a 40 pessoas diretamente ligadas para que tudo aconteça como programado.

Além dos jovens diretamente impactados, a sociedade cearense ganhou muito com a realização do Ceará Sem Drogas.  Em 2015, o Governador Camilo Santana, também municiado das informações do Pacto pela Vida, decidiu transformar a antiga Assessoria de Políticas sobre Drogas em uma setorial. Nascia a Secretaria de Políticas sobre Drogas (SPD) que tinha como missão atuar na prevenção, acolhimento e reinserção social de dependentes químicos. Logo, os poderes Executivo e Legislativo firmaram parceria. O programa levava a palestra do Casagrande para o município e a SPD se responsabilizava por dar continuidade às ações de prevenção nas escolas daquele município.

“O Programa Ceará sem Drogas é de uma importância imensa porque consegue mobilizar estudantes, sociedade civil, professores, pais de alunos para um tema que, na maioria das vezes , ninguém quer falar. O objetivo é gerar essa discussão através da palestra, e abrir caminho para o trabalho como o da SPD”, afirmou Aline Bezerra.

Muitos municípios foram estimulados a criar os Conselhos Municipais de Políticas sobre Drogas para discutir o tema com a sociedade civil. Também de iniciativa do presidente Zezinho Albuquerque, foi criado o Fundo Estadual de Políticas sobre Álcool e outras Drogas (FEPAD), com o objetivo de facilitar a captação, o repasse e a aplicação de recursos destinados à execução de atividades do Sistema Estadual de Políticas sobre Drogas.

Confira os municípios visitados:

Fortaleza (duas edições)
Crato
Limoeiro do Norte
Sobral (duas edições)
Viçosa do Ceará
Nova Russas
Aquiraz
Campos Sales
Acaraú
Crateús
Horizonte
Aracati
Cruz
Ocara
Russas
Brejo Santo
Boa Viagem
Várzea Alegre
Itatira
Morada Nova
Itapajé
Tauá
Massapê
Missão Velha
Acopiara

Deixe uma resposta