Desembargador Haroldo Máximo assume presidência do TRE - Blog Edison Silva

Desembargador Haroldo Máximo assume presidência do TRE

Desembargador deixa corregedoria para assumir presidência do TRE-CE

Com a mudança no comando do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, na próxima quinta-feira (31), já amanhã será trocada a direção do Tribunal Regional Eleitoral, com a posse do desembargador Haroldo Máximo na presidência da Corte Eleitoral. Atualmente ele vice-presidente e Corregedor Eleitoral. Ele assume no lugar da desembargadora Nailde Pinheiro, que vai ocupar o lugar de vice-presidente do Tribunal de Justiça, juntamente com o desembargador Washington Luiz Bezerra de Araújo como presidente, e o desembargador Teodoro Silva Santos como corregedor.

Com a ida de Haroldo Máximo para a presidência do TRE, a vice-Presidência e a Ouvidoria da Corte serão ocupadas, respectivamente, pelos desembargadores Inácio de Alencar Cortez Neto e Raimundo Nonato Silva Santos. O TRE-CE é composto por sete membros: dois desembargadores estaduais (presidente e vice-presidente, que acumula as funções de corregedor eleitoral); dois juízes estaduais, escolhidos pelo Tribunal de Justiça; um juiz federal, escolhido pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região; dois juristas (classe de advogados); e um procurador regional eleitoral.

PERFIL
Haroldo Correia de Oliveira Máximo – Atual vice-presidente e também corregedor do TRE-CE, acumula as funções com a de presidente da 2ª Câmara Criminal do TJCE. É professor aposentado da Universidade Regional do Cariri (Urca). É formado em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC), em Administração pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), e é pós-graduado pela Universidade de Fortaleza (Unifor). Foi aprovado em concurso para o cargo de juiz em janeiro de 1981, sendo nomeado Juiz Substituto da Comarca Jardim.

Posteriormente foi promovido para Fortaleza, onde trabalhou na 2ª Vara de Execuções Criminais; Corregedoria de Presídios e Habeas Corpus; Vara de Execução de Penas Alternativas e Habeas Corpus de Fortaleza, entre outras. Foi coordenador-geral da Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec); diretor da Associação Cearense de Magistrados (ACM) por quatro anos; e primeiro presidente da Comissão Nacional de Penas e Medidas Alternativas do Ministério da Justiça. Nasceu em 5 de novembro de 1949, em Farias Brito.

Com informações da assessoria do TRE

Deixe uma resposta