Deputados e vereadores discursaram no mesmo tom contra Eunício - Blog Edison Silva

Deputados e vereadores discursaram no mesmo tom contra Eunício

Deputados estaduais e vereadores de Fortaleza cobraram, durante as sessões desta terça-feira (20), da Assembleia Legislativa e Câmara Municipal, explicações ao presidente do Senado Federal, Eunicio Oliveira, sobre a devolução ao Ministério da Fazenda do pedido de liberação de financiamento internacional no valor de US$ 150 milhões junto ao Banco Mundial para o Município de Fortaleza.

O financiamento, que servirá ao programa Fortaleza Cidade Sustentável, precisa ser aprovado pelo Senado Federal.

Após toda a tramitação nos órgãos técnicos, no Ministério da Fazenda, como Secretaria de Assuntos Internacionais e Secretaria do Tesouro Nacional, o processo com pedido de empréstimo ficou 120 dias na Casa Civil do Governo Federal, aguardando o encaminhamento para o Senado. Sem nenhuma justificativa técnica, o processo foi devolvido ao Ministério da Fazenda, dizem os aliados do prefeito Roberto Cláudio.

Na Assembleia foi o deputado Fernando Hugo, o primeiro a tratar do assunto, inclusive apresentando um requerimento encaminhado ao senador Eunício Oliveira. Na Câmara, os vereadores Ésio Feitosa, Dr Porto, Renan Colares, Gardel Rolim, Didi Mangueira, Josenias Gomes e Pedro Matos foram à tribuna da Câmara Municipal para cobrar que o senador Eunício Oliveira explique aos fortalezenses porque o processo foi devolvido ao Ministério da Fazenda, sem nenhuma justificativa técnica que embasasse sua decisão.

O vereador Ésio Feitosa lamentou a decisão e lembrou que o pedido de empréstimo já havia sido aprovado em todas as instâncias, inclusive pela Câmara Municipal e pelo Ministério da Fazenda. “Lamentamos a decisão unilateral e sem nenhuma justificativa e queremos que ele explique aos fortalezenses, que serão os mais prejudicados porque ficarão sem recursos que iam permitir ações de saneamento básico, de balneabilidade da orla, urbanização de parques e limpeza de lagoas”, afirmou Ésio Feitosa.

“O que se esperava do senador era grandeza de homem público, que ele colocasse o projeto para ser apreciado e fizesse o que estivesse a seu alcance para aprová-lo, mas o que se viu foi uma atitude pouco republicana, pouco democrática, sem nenhuma preocupação com os fortalezenses, que vão pagar um preço caro pela atitude do senador Eunício”, criticou Gardel Rolim.

Os vereadores deram entrada em requerimento pedindo formalmente explicações ao senador Eunício. O requerimento já conta com 36 assinaturas de vereadores tanto da base quanto da oposição e será votado na sessão desta quarta-feira.

 

Deixe uma resposta